8 de dezembro de 2011

SÓCRATES

                                                                                                       


O MUNDO DO FUTEBOL ESTÁ DE LUTO!
A morte de SÓCRATES tocou-me forte e feio! Conheci Sócrates, no México, no Mundial de Futebol que a Argentina acabou por ganhar. Sem preconceitos, pontos pré- determinados ou exigências petulantes, concedeu-me uma entrevista onde ficámos amigos - ou pelo menos nos aproximou e com quem troquei correspondência até 1990 -, ano em que vim trabalhar em Portugal. Hoje, nem vou escrever mais nada. Estou de luto juntamente com os seus familiares e com todos os corintianos.
O MUNDO DO FUTEBOL ESTÁ DE LUTO!
                                                                                                                                                                                    
Quanto a seguir podem ler, foi copiado da págima oficial da 


Socrates87660.jpg
Informações pessoais
Nome completoSócrates Brasileiro Sampaio
de Souza Vieira de Oliveira
Data de nasc.19 de fevereiro de 1954
Local de nasc.Belém Brasil
Falecido em4 de dezembro de 2011 (57 anos)
Altura1,91 m 85 kg
ApelidoCalcanhar de Ouro
Doutor Sócrates
Magrão
PosiçãoMeia e atacante
Clubes profissionais
AnosClubesJogos (golos)
19741978 / 1989
19781984
19841985
19851986
19881989
2004
Brasil Botafogo-SP
Brasil Corinthians
Itália Fiorentina
Brasil Flamengo
Brasil Santos
Brasil Inglaterra Garforth Town
269  (101)
297  (172)
25 (6)
25 (6)
23 (7)
(0)
Seleção nacional
19781986Brasil Brasil63 (25)
Times que treinou
AnosClubesJogos
1990
1996
1999
Brasil Botafogo-SP
Equador LDU
Brasil Cabofriense


Fora do futebol, Sócrates sempre manteve uma ativa participação política, tanto em assuntos relacionados ao bem-estar dos jogadores quanto aos temas correntes do país. Na década de 1980, participou da campanha Diretas Já (19831984) e foi um dos principais idealizadores do movimento Democracia Corintiana (19821984), que reivindicava para os jogadores mais liberdade e mais influência nas decisões administrativas do clube.
Durante sua segunda internação, em 2011, Sócrates declarou que gostaria de trabalhar com o presidente venezuelano Hugo Chávez em projetos sociais ligados ao esporte.[9]
Era articulista da revista CartaCapital e do jornal Agora São Paulo e comentarista esportivo do programa Cartão Verde da TV Cultura.
Alcoolismo e morte
Em agosto de 2011, Sócrates foi internado na UTI do Hospital Israelita Albert Einstein devido a uma hemorragia digestiva altacausada por hipertensão portal. Após essa primeira internação, admitiu que tinha problemas de alcoolismo.[20][21][22]
Após uma segunda internação em setembro[23], em dezembro de 2011, Sócrates seria internado mais uma vez devido a uma suposta intoxicação alimentar, que acabou por se transformar em um grave quadro de choque séptico em razão de sua condição de saúde já debilitada.[24] O jogador morreu às 4:30 da manhã de 4 de dezembro de 2011, em decorrência do choque séptico.[25]
No dia de sua morte, o Corinthians, seu time do coração, sagrou-se pentacampeão brasileiro de futebol.[2][26]
Sócrates foi sepultado no dia 4 de dezembro de 2011, no cemitério Bom Pastor, na cidade de Ribeirão Preto[27] que, logo após o falecimento, decretou luto oficial.[28]

Repercussões pela morte de Sócrates


Sócrates, em partida pela Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo de 1986, no Méxido
O Botafogo de Ribeirão Preto, onde Sócrates iniciou sua carreira futebolística e a Fiorentina, clube italiano onde jogou na década de 80, decretaram luto oficial.[29][30][31][32]
Por meio de nota oficial, a Confederação Brasileira de Futebol, determinou que em todos os jogos da última rodada do Campeonato Brasileiro de 2011 se fizesse um minuto desilêncio para homenagear Sócrates[33] e também homenageou o jogador em matéria publicada em seu site oficial.[34]
FIFA, entidade máxima do futebol mundial, também prestou a devida homenagem a Sócrates.[35]
O Corinthians, clube pelo qual Sócrates se tornou famoso no mundo inteiro, em nota oficial, homenageou o craque no site da agremiação:
Cquote1.svgHoje, que seria um dia apenas de alegria pela decisão do Brasileirão, começou triste para o futebol brasileiro, principalmente para os corinthianos.
Um dos maiores ídolos da história do Timão, Sócrates Brasileiro Sampaio de Sousa Vieira de Oliveira morreu às 4h30m da madrugada deste domingo, em consequência a um choque séptico, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele tinha 57 anos e era pai de seis filhos.
Sócrates disputou 297 jogos, marcou 172 gols e venceu três Campeonatos Paulistas (1979, 1982 e 1983) com a camisa do Timão, além de ter sido um dos principais idealizadores da Democracia Corinthiana.
O Sport Club Corinthians Paulista e toda a sua Fiel Torcida se despedem com tristeza do Magrão, mas também ficamos agradecidos pela honra de ter visto um dos maiores jogadores da história do futebol vestindo o manto alvinegro por tantos jogos. Obrigado pelos lindos gols, pelos toques geniais, pelo futebol magistral que só Sócrates tinha.
Obrigado, Doutor! 
                                                                                                                                                                                

Sem comentários:

Enviar um comentário